Uruguai: ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca quer dobrar área irrigada

Publicado em 10/10/2016 18:04
151 exibições

O ministro de Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai, Tabaré Aguerre, trabalha junto ao Parlamento do país para defender a "Lei de Irrigação", que garantirá o acesso aos produtores à água irrigada, incluindo os de pequena e média escala. Atualmente, a irrigação no Uruguai cobre cerca de 225.000 hectares, mas o objetivo da lei é duplicar a área.

"A lei tem como objetivo principal fomentar e estimular um uso mais eficiente do recurso hídrico, para melhorar a produtividade e a sustentabilidade do sistema agrícola, o que implica em um aumento do rentimento e competitividade em toda a cadeia, em um país onde temos muita água de chuva, porém, mal distribuída", declarou o ministro no Parlamento, com a finalidade de defender a lei.

"Está provado que incorporar a irrigação como uma tecnologia moderna, associada a um processo de produção nas culturas de inverno, beneficiaria ao produtor e à cadeia, como também impactaria no restante da economia de forma muito importante", enfatizou.

Hoje se armazena apenas 5% da água que cai. O restante é destinado aos rios e os oceanos. No entanto, se o Uruguai armazenar mais 5%, é capaz de irrigar 500.000 hectares.

Atualmente, 225.000 hectares são irrigados, sendo que 200.000 deles são destinados ao arroz, representando 90% do volume total da água para irrigação. O ministro explicou aos parlamentares que "o solo possui uma capacidade de armazenamento para que as plantas não sofram por 15 dias no verão e por 25 dias no inverno".

Por: Izadora Pimenta, com informações do TodoElCampo.com.uy
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário