Leilões de Pepro e PEP de trigo têm melhor negociação no RS

Publicado em 25/01/2017 17:20 e atualizado em 25/01/2017 17:50
237 exibições

Nos dois leilões de apoio do governo para escoamento do trigo da região Sul, realizados hoje (25) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), teve melhor negociação o do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro), que alcançou 85,7% ou 72 mil das 84 mil toneladas ofertadas (Aviso 19). O único estado a negociar foi Rio Grande do Sul.

Já o Prêmio para Escoamento de Produto (PEP), com os grãos das classes Pão/Melhorador do Rio Grande do Sul e do Paraná, obteve apenas 14% ou 4,2 mil das 30 mil toneladas, sendo que somente marcou presença também o estado gaúcho (Aviso 20). O valor obtido nas duas operações somou R$ 13,1 milhões.

As primeiras operações tiveram início em dezembro, por demanda dos produtores de trigo da região Sul. Este ano já foram realizados dois leilões de Pepro e dois de PEP e novas ofertas estão previstas para as próximas semanas.

No Pepro, a subvenção refere-se ao valor que o governo federal paga ao arrematante (produtor rural ou sua cooperativa), desde que ele comprove a venda e o escoamento do produto de acordo com o que está determinado em edital. Já no PEP, a subvenção é concedida às indústrias que adquirirem o trigo pelo preço mínimo fixado pelo governo federal. Para receber o prêmio, também é preciso comprovar o escoamento do grão conforme estabelecido no edital.

Tags:
Fonte: Conab

1 comentário

  • Evandro Luiz morigi Mormaco - RS

    Qual valor o produtor recebe com esta venda no estado do Rio Grande do Sul?

    1
    • marcio aldir graf Manoel Ribas - PR

      aqui no PR, sai ao "preço mínimo", R$38,75 (salvo engano)...MAS, a cooperativa cobra,R$

      1
    • marcio aldir graf Manoel Ribas - PR

      aqui no PR, sai ao "preço mínimo", R$38,75 (salvo engano)...MAS, a cooperativa cobra,R$2,65 por despesas de armazenagem, recebimento, etc... mais os descontos de funrural, capital social....acaba sobrando ao produtor R$34,72....um belo de um tiro no pé do triticultor..

      2