Rizicultores terão R$ 500 milhões para estocagem e comercialização

Publicado em 26/02/2019 08:15
93 exibições

Os produtores de arroz terão R$ 500 milhões disponíveis para financiamento de estocagem e comercialização do produto. Os recursos são do Banco do Brasil a taxa de juros de 8,5% ao ano. O anúncio foi feito pelo secretário de Política Agrícola, Eduardo Sampaio Marques, do Ministério da Agricultura, durante a cerimônia da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, na cidade gaúcha de Capão do Leão, na sexta-feira (22/02).

"A expectativa é de que esse aporte de recursos tire um pouco da pressão dos preços, nesse momento em que os produtores estão começando a colheita do grão", afirmou o secretário, em comunicado.Medidas de apoio ao produtor de arroz estão sendo estudadas pelo governo, adiantou Sampaio, como a criação de um fundo de aval para possibilitar o acesso ao crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de refinanciamento da dívida.

Segundo o secretário, "a linha do BNDES foi criada no ano passado, mas a adesão foi insignificante, porque é cara e os bancos estão refratários em aplicá-la pela falta de garantias. Com o fundo de aval, espera-se melhorar o desempenho. A negociação para repactuação de dívidas foi fruto da ação dos parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária em reunião com Ministério da Economia realizada na semana passada.O Departamento de Gestão de Riscos, em conjunto com as representações dos produtores de arroz, vai estudar melhorias nos produtos de seguro para a cultura do arroz junto com as seguradoras."O objetivo é melhorar as coberturas e condições gerais do seguro para a cultura. Estamos também melhorando o zoneamento agrícola de risco climático para o arroz", salienta.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural.

Tags:
Fonte: Globo Rural

Nenhum comentário