Federarroz aposta na retomada dos preços

Publicado em 05/12/2008 16:12 1034 exibições

Assembléia em Cachoeira do Sul também decidiu doar arroz às vítimas da tragédia em Santa Catarina.

 

Com a presença de 80 líderes arrozeiros, representando mais de 20 municípios gaúchos, a Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) realizou nesta quarta-feira, em Cachoeira do Sul, uma assembléia geral para estabelecer estratégias de produção e comercialização para o período de entressafra. Segundo o presidente Renato Rocha, o saldo do encontro foi amplamente positivo e mostrou, entre outras coisas, que o setor está mobilizado em defesa de seus interesses.

Destacou, ainda, que durante a assembléia os celulares dos produtores não pararam de tocar com indústrias e corretores mostrando interesse na compra de produto, o que é um bom sinal. “A indústria já começou uma nova ofensiva por arroz em casca e isso deve iniciar também uma recuperação nos preços”, frisa. Segundo ele, a quebra de safra em Santa Catarina, a seca no Rio Grande do Sul, a redução de área no Mato Grosso e uma redução de área no Mercosul, também em razão da estiagem no Uruguai e na Argentina, são fatores significativos na composição dos preços da entressafra. “Isso sem contar o estoque de passagem que é menor em 10 safras”, frisa. A assembléia também decidiu encaminhar novos pleitos ao governo federal e unir-se ao esforço nacional em ajuda às vítimas das enchentes em Santa Catarina.

 

As decisões:

 

1) Orientar o setor para melhorar gestão da oferta para a recomposição dos preços do mercado; 

2) Informar que as dificuldades ocasionadas pelo clima na implantação da lavoura da safra 20082009 (enchentes, replantio, dificuldades de germinação e plantio fora da época recomendada) sinalizam redução da produtividade;

3) Fatores que indicam cenário favorável:

- Baixos estoques do varejo;

- Quebra da safra Catarinense;

- Escoamento final dos estoques de arroz leiloados pela CONAB (retorno às compras);

- Preços estáveis no mercado internacional;

- Estiagem no Uruguai e Argentina, com redução de área em torno de 15%;

- Doações de 120 mil on de arroz brasileiro aos países que sofreram com catástofres;

- Baixo estoque de passagem, 50% em relação à safra anterior (1 milhão de toneladas);

 

4) Pleitos ao Governo Federal - Pedido de audiência Ministro da Agricultura

- Fiscalização dos estoques da Conab (dezembro/2008 a março/2009);

- Suspensão definitiva dos leilões até a safra;

- Solicitação de mecanismos de comercialização safra 20082009 (EFGs, Opções e solicitação de PEP, PEPRO e REINTEGRO para incentivar as exportações);

 

5) Pleitos ao Governo Estadual - Pedido de audiência governadora Yeda Crusius

- Será solicitada a aplicação das leis estaduais 12.6852006 (CDO no arroz importado) e 12.4272006 (pesagem e exame fitossanitário no arroz importado).

  

6) A Federarroz promoverá, através das Associações de Arrozeiros, uma Campanha de doação de arroz beneficiado para as vítimas da tragédia provocada pelas chuvas e enchentes em Santa Catarina. A doação mínima será de um fardo de arroz (30kg) por produtor e os produtos serão concentrados na sede da entidade, em Dom Pedrito, para posterior encaminhamento à Defesa Civil em Santa Catarina.



Fonte: Fedearroz

Tags:
Fonte:
Fedearroz

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário