INTERNACIONAL: Nações Unidas divulga recorde na produção mundial de arroz

Publicado em 10/05/2010 14:43 339 exibições
A produção global de arroz em casca, o alimento básico para a metade da população mundial, irá aumentar chegando ao recorde de 710 milhões de toneladas este ano, por conta de uma recuperação das colheitas na Índia e em outros países da Ásia depois de uma seca, segundo informações das Nações Unidas. 

Em comparação a 2009 – quando foram produzidas 680 milhões de toneladas - a produção terá uma alta de 4%. A produção indiana tem um crescimento previsto de 15%, alcançando os 151 milhões de toneladas, segundo um relatório da Organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas (FAO) divulgado hoje.

"As chances de as condições climáticas criadas pelo El Niño se dissiparem nos próximos meses melhoraram, o que reforça um retorno da normalização do clima, que favorece as lavouras que ainda serão plantadas. A Índia deve liderar essa retomada da produção na região”, informou a FAO. 

As cotações a futuro do arroz em casca avançaram em Chicago por conta de especulações de que a Índia poderia se tornas um grande importador pela primeira vez em duas décadas. No entanto, essa alta na produção mundial elimina o risco de que a nação asiática recorra ao mercado externo para atender sua demanda interna pode provocar uma queda expressiva nos preços.

“O bom abastecimento dos estoques com a segunda safra de 2009 no hemisfério norte, e com as principais safras de 2010 no hemisfério sul pode reforçar essa queda nos preços”, afirmou a FAO.

A produção nas Filipinas – o maior importador de arroz do mundo – pode ser expandida em 9% , chegando em 17,4 milhões de toneladas. Isso foi possível graças aos subsídios para as sementes oferecidos pelo governo aos produtores e a um programa de assistência agrícola da União Europeia que disponibilizou US$13,5 bilhões ao país.

Com informações da Bloomberg
Tradução: Carla Mendes

Tags:
Fonte:
Redação NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário