Preços do trigo ampliam o desânimo do produtor

Publicado em 18/05/2010 09:30 352 exibições
Os preços do trigo no Brasil e no mercado internacional ampliam o desânimo do produtor em plena fase de plantio. No Paraná, em relação a um ano atrás, o triticultor recebe 15% menos – R$ 23,5 pela saca de 60 quilos. Em Chicago, depois de uma recuperação de 11% nas cotações em abril, novas baixas foram registradas nos últimos dias. A queda acumulada nos últimos quatro meses é suficiente para somar 15%.

A tendência está relacionada aos estoques, que estão acima de 180 milhões de toneladas em âmbito global. Segundo avaliação do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o USDA, no final de 2010 haverá mais trigo no mercado mundial do que havia nas últimas oito passagens de ano.

No Brasil, com redução na produção, aumento nas exportações e pequena evolução no consumo, os estoques finais podem cair de 2,4 para 1,2 milhão de toneladas na comparação com 2009, informa a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Porém, atualmente, só os estoques públicos chegam perto de 1 milhão de toneladas.

No Paraná, ainda há muito trigo para vender. Dos 2,67 milhões de toneladas produzidos em 2009, 1,7 milhão foram comercializados com apoio do governo e perto de 400 mil toneladas foram vendidas sob as regras do mercado. Porém, segundo avaliação do setor produtivo, restam 500 mil toneladas estocadas nas mãos dos produtores e cooperativas, à espera de melhores preços.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário