Crise no trigo retrai busca por crédito nos bancos

Publicado em 31/05/2010 07:16 263 exibições
Começaram a aparecer nos bancos os reflexos do desestímulo dos triticultores gaúchos com o baixo preço do cereal, pressionado por estoques nacionais e internacionais elevados, incertezas sobre a política agrícola federal e custo mais alto que a cotação de mercado. Faltando pouco mais de um mês para o término do preparo da lavoura, o Banco do Brasil (BB), responsável por cerca de 80% da área financiada no Estado, registrou queda de 32,2% no número de financiamentos. Até agora, foram encaminhadas 4,5 mil operações contra 3.050 no mesmo período de 2009. Os valores destes pedidos somaram R$ 70 milhões, um recuo de 43,55% no período. E, segundo o BB, não há demanda represada até o momento.

O mesmo ocorre no Banrisul, que recebeu até semana passada 939 propostas no total de R$ 19,65 milhões, distante dos 1.471 contratos que somaram R$ 30,15 milhões na safra anterior. Ao avaliar o quadro, o superintendente de negócios rurais do Banrisul, Luis Fernando Nunes, disse que considerando o fluxo histórico de contratação, haverá redução. "Os valores médios liberados são semelhantes a 2009, porém há menos produtores tomando o crédito neste ano."

A inibição dos triticultores não é para menos. De acordo com entidades do setor privado, a comercialização do cereal de inverno está completamente parada, há temor de que o Ministério da Fazenda reduza o preço mínimo que irá vigorar na safra e há 500 mil toneladas de colheitas passadas por vender, sem contabilizar 1,5 milhões de t em estoques públicos e privados no país.

Tags:
Fonte:
Correio do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário