Clima favorece o trigo

Publicado em 17/06/2010 08:58 257 exibições
O tempo seco e sem chuvas registradas nos últimos dias no sul do país favoreceu o plantio do trigo. Mesmo com a ausência de chuvas, os solos representam boa capacidade hídrica, o que favorece o desenvolvimento das lavouras de um modo geral, segundo informa o agrometeorologista Marco Antonio dos Santos.

No Paraná, a colheita já atinge os 80%. Como a umidade do ar está baixa, o índice de doenças que possam prejudicar o rendimento das plantas é baixo, e as estimativas preliminares de produtividade são boas, com valores superiores a 2.400 kg/há, pois 6% das lavouras se encontram já na fase de florescimento e a não ocorrência de geadas está proporcionando tais avaliações.

Como há previsão de ocorrência de chuvas para os próximos 10 dias, principalmente entre os dias 20 e 24 de junho, a umidade do solo continuará elevada, dando totais condições às plantas se desenvolverem normalmente. Por outro lado, essas chuvas poderão atrapalhar a finalização do plantio, mas os prejuízos ficaram somente em relação ao atraso da semeadura, já que mesmo com esse atraso, essas novas lavouras encontrarão condições extremamente favoráveis ao seu desenvolvimento ao longo do seu ciclo. E segundo os modelos de previsão, não há riscos de ocorrência de geadas nos próximos 15 dias que possam causar danos às plantações de trigo em todo o território paranaense.

Já no Rio Grande do Sul, as boas condições meteorológicas ajudaram os produtores a avançar nos trabalhos de plantio e, com isso, o atraso de 20 pontos percentuais em relação ao plantio dos demais anos anteriores caiu para 5 pontos, saindo dos anteriores 10% para os atuais 30% de área já plantada com a nova safra de trigo.

As temperaturas ajudam na germinação e no desenvolvimento das plantas, uma vez que essas oscilam entre 12 e 15°C de média. E a não ocorrência de geadas também contribui para que os produtores avancem nos trabalhos de plantio, embora a estimativa para essa safra continua sendo de redução de área. Entretanto, as previsões de ocorrências de chuvas entre os dias 15 e 19 poderão paralisar os trabalhos de plantio, e até mesmo em alguns momentos inviabilizá-los.

Contudo, o que mais preocupando não é a previsão de chuva, mais a massa de ar polar que avança sobre o estado entre os dias 21 e 22, fazendo com que as temperaturas cheguem à casa dos 0°C, o que poderá trazer geadas às lavouras de trigo. No entanto, como as plantas ainda estão numa fase inicial de desenvolvimento as perdas poderão ser mínimas.

Tags:
Fonte:
Revista Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário