Produtores buscam qualidade no trigo

Publicado em 23/06/2010 07:18 150 exibições
Após um ano difícil como foi a safra de 2009, os triticultores buscam melhorar a qualidade do produto para ter preço e comprador.

No ano passado, devido às chuvas no período de safra, o trigo perdeu qualidade e grande parte do cereal ainda não foi comercializada.

Para elevar a qualidade do trigo, indústrias e a Secretaria de Agricultura paulista voltaram a incentivar a produção do cereal no Estado.

Edegar Mascari Petisco, engenheiro agrônomo do Departamento de Sementes da Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), diz que os produtores buscam sementes que revertem em maior qualidade na industrialização do produto.

A demanda de trigo é grande em São Paulo e todo produto que tiver qualidade será absorvido pela indústria, diz ele. A Cati deverá fornecer sementes para uma área de 1.700 hectares neste ano.

Na avaliação de Mascari, a produção esperada de trigo de qualidade deve atingir 5.000 toneladas nesta safra.

O produtor Roberto Felipe de Moraes foi um dos que optaram pelo programa de incentivo da indústria. "As exigências são grandes e o produto sem qualidade não paga os custos", diz ele.

CACHAÇA

Consumo é maior no inverno, mostra pesquisa Dados da Apas (Associação Paulista de Supermercados) e da Nielsen (empresa de pesquisa) mostram que o consumo de cachaça no país chega a 9 milhões de litros no bimestre junho-julho, época de inverno. Já nos períodos de calor, o consumo cai para 8 milhões a cada dois meses.

Área menor Os produtores de Mato Grosso devem semear 6,1 milhões de hectares com soja neste ano, 2% menos do que em 2009, segundo a Aprosoja. Renda menor na safra 2009 e dificuldade de crédito neste ano são fatores limitantes.

Crédito As multinacionais vêm pisando no freio na oferta de crédito. Depois de responderem por 50% do total de recursos necessários para a safra de Mato Grosso em 2008, devem ter participação de apenas 25% nesta safra.

Liberação A Suprema Corte dos EUA derrubou decisão de tribunal inferior que proibia o plantio de sementes de alfafa modificada e resistente a herbicidas Roundup, da Monsanto. A indústria de biotecnologia gostou da decisão, que pode servir de base para outros casos semelhantes.

Importações A compra brasileira de carne bovina da Argentina aumentou 13% até maio, segundo dados do governo argentino.

Funrural A suspensão da liminar em favor da União, publicada ontem nesta coluna, refere-se ao processo envolvendo apenas a Aprosoja de Mato Grosso.

Provisória A decisão é provisória e até que o Recurso de Agravo Regimental da entidade seja julgado (o que está previsto para 1º de julho), os associados da entidade estão obrigados a recolher a contribuição de 2,1% ao Funrural.

Tags:
Fonte:
Folha de São Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário