RS: Triticultores podem perder R$ 50 milhões caso preço mínimo se mantenha

Publicado em 09/07/2010 07:18 203 exibições
Os triticultores gaúchos calculam que podem perder R$ 50 milhões na comercialização da safra 2010/11 de trigo caso o preço mínimo estabelecido pelo Ministério da Agricultura (Mapa) continue em vigor. O cálculo é do presidente da Comissão de Trigo da Farsul, Hamilton Jardim, e considera vendas por meio de AGF, EGF e no mercado.

Para evitar que isso aconteça, a Farsul irá aderir, por meio de petição, ao mandado de segurança impetrado ontem(8) no Superior Tribunal Federal (STF) pela Federação da Agricultura do Paraná (Faep) contra a portaria 478/2010 do Mapa, que reduz o preço mínimo do grão em 10% ante o da safra anterior. "É uma forma de tentar resguardar o direito do produtor", avalia. De acordo com o advogado da Faep, Klauss Kuhnen, a federação pede que os valores em vigor na safra passada (R$ 31,80/saca para o trigo tipo pão e R$ 26,46/saca para o tipo brando) sejam válidos para este ciclo. "No Paraná, 91% da área estava cultivada quando a portaria foi publicada." O Mapa não quis se manifestar.

Tags:
Fonte:
Correio do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário