Trigo: chuva e frio no Sul ainda não prejudicam lavouras

Publicado em 22/07/2010 07:24 204 exibições
O clima frio e chuvoso na Região Sul do Brasil, onde se produz 90% do trigo nacional, ainda não traz prejuízos às lavouras. No Paraná, onde a safra está mais adiantada, quatro dias seguidos de chuva deixaram os produtores preocupados, mas o tempo secou e a combinação temperaturas amenas e dias ensolarados tem permitido a recuperação da planta. "O que o agricultor precisará fazer agora é intensificar os cuidados para evitar a proliferação de pragas", diz Flávio Turra, assessor econômico da Organização das Cooperativas do Paraná. No Rio Grande do Sul, hoje ainda choveu em algumas regiões, mas a umidade não compromete o trigo no atual estágio de desenvolvimento.

Segundo a Climatempo, a partir desta quinta-feira (22) uma massa de ar polar ganha força no centro-sul e no oeste do Rio Grande do Sul, deixando o tempo firme. No domingo, no entanto, a passagem de um novo sistema frontal favorece a ocorrência de chuva generalizada no Estado. No Paraná, a frente fria avança, provocando chuva generalizada e queda na temperatura a partir de amanhã. De acordo com a Climatempo, deve chover fraco no leste paranaense até o domingo (25). Nos dias 28 e 29, a entrada de uma nova massa de ar seco polar deixa o tempo firme com sol na maior parte das áreas.

Neste mês os dois Estados registraram geadas, mas foram leves e pontuais. No Paraná, 2% das lavouras encontram-se em fase de maturação, estágio em que a planta pode ser destruída pela geada No entanto, a expectativa é de que o clima, ao contrário de 2009, seja benéfico para o trigo neste ano. A cultura sempre prosperou em anos de La Niña, fenômeno que começa a se caracterizar. As previsões são de tempo mais seco na primavera e no verão. A safra de trigo começa a ser colhida com maior intensidade em setembro, avançando pelo mês de outubro e é nesse período que a chuva pode comprometer a produção, com perda de qualidade e de volume.

Tags:
Fonte:
Cruzeiro do Sul

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário