Grãos: Produção agrícola chegará a 29,2 mi/t no Mato Grosso

Publicado em 13/09/2010 08:48
389 exibições
Mato Grosso deve encerrar a safra de grãos 2009/2010 com uma produção de 29,2 milhões de toneladas. O volume é 3,4% superior ao que foi registrado na temporada passada, de 28,3 milhões de toneladas. O aumento da produção nas lavouras mato-grossenses corresponde ao incremento de área observado nesta última safra, assim como mostra o resultado do 12º levantamento, realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento(Conab) e divulgado na quinta-feira (9) pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Conforme a pesquisa, a área cultiva de grãos em Mato Grosso se confirma 7,7% maior no que foi registrado na safra 2008/2009, ou seja, passou de 8,4 milhões hectares para mais de 9 milhões hectares plantados. Em contraponto a produtividade deverá ser 4% menor. Nessa safra foram colhidas 3,223 mil quilos por hectare, contra 3,356 mil/ha apresentado na temporada passada.

O diretor-administrativo da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Henrique begin_of_the_skype_highlighting     end_of_the_skype_highlighting Fávaro, conta que esse cenário é prejudicial para o produtor. "Apesar do aumento da produção tivemos uma queda na média por hectare colhido, o que interfere diretamente na renda do produtor". De acordo com ele, essa situação é incentivada, principalmente pelas culturas da soja e do milho.

Neste caso, o levantamento da Conab mostra que oleaginosa encerrou a safra 2009/2010 com uma produção de 18,7 milhões de toneladas, sendo 4,5% superior a da temporada 08/09 que atingiu 17,9 milhões de toneladas, e com aumento de 6,8% na área plantada, aumentou de 5,8 milhões hectares para 6,2 milhões hectares de soja. Já a produtividade caiu 2,2%, de 3,082 mil quilos por hectare para 3,015 mil kg/ha.

A produção do milho apresentou resultados semelhantes. A produção deverá aumentar em 5,7%, de 8,08 milhões de toneladas para 8,54 milhões de toneladas. A área plantada do grão terá incremento de 19,2%, passando de 1,64 milhões hectares para 1,95 milhões hectares. Por outro lado, a produtividade deverá cair 11,3%, de 4,926 mil quilos por hectare para 4,370 mil quilos por hectare.

A expectativa para a próxima temporada, de acordo com previsões do diretor-administrativo da Aprosoja, será de recuperação da produtividade. "O ideal será aumento na produção aliada ao bom andamento da produtividade".

IBGE - Outro estudo que também mostra a produção agrícola no País é o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa, que foi divulgada na quinta-feira (9), aponta que Mato Grosso deverá cultivar neste ano 19,1% da produção nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas, somada em 148 milhões de toneladas. A produção mato-grossense detém a segunda maior participação no que está sendo cultivado na safra brasileira destes ano. A liderança fica com o estado do Paraná, que deve ser o principal produtor no país, respondendo por 21,5% da participação.
Tags:
Fonte: Gazeta Digital

Nenhum comentário