O preço do trigo tem condição de subir mais?

Publicado em 30/09/2010 07:39
503 exibições
Este não é, seguramente, todo o aumento que os agricultores brasileiros esperavam. Todas as entrevistas concedidas à mídia em meados de julho davam a entender que a pretensão era para preços acima de R$ 530,00/tonelada, no campo, tal era o entusiasmo e a excitação da época. Em entrevista à rede nacional falávamos que havia, sim, perspectiva de alta, mas que, dadas as características da oferta e demanda na América do Sul, esta alta não seguiria exatamente os parâmetros do Hemisfério Norte, onde os preços subiram cerca de 51%, o dobro do que subiu no Brasil.

A pergunta que nos é feita com frequência é se há espaço para uma elevação maior a curto prazo. Em nossa opinião, com as chuvas que estão ocorrendo nas áreas antes problemáticas do trigo e com a plena disponibilidade das safras na América do Sul, com a intensificação das colheitas nos vários países produtores, que as escoam para o Brasil é um pouco difícil que haja aumentos significativos a curto prazo, isto é, até meados de janeiro próximo. Depois deste prazo, dependendo do da produção efetiva na América do Sul, os preços sofrerão as influências internacionais, porque teremos que começar a importar dos países vizinhos, mas,qualquer que seja a ocorrência, devido ao frete menor, estes preços serão menores do que os do trigo trazido do Hemisfério Norte. Uma das possibilidades reais do aumento dos preços do trigo virá da cotação do milho, que está subindo em função dos problemas climáticos por que passa o Cinturão deste produto nos Estados Unidos.
Tags:
Fonte: Trigo & Farinhas

Nenhum comentário