Cenário Internacional: Preços do trigo podem subir por mais dois anos, diz ONU

Publicado em 11/02/2011 09:20 696 exibições
As colheitas insuficientes de trigo ao redor do Mundo podem afetar a demanda por um segundo ano, estimulando ganhos nos preços, segundo Abdolreza Abbassian, economista sênior da FAO-Organização para os Alimentos e a Agricultura, da ONU, em entrevista à Bloomberg, desde Roma, na manhã desta quinta-feira. “Sempre que você começa uma temporada com o mercado tão apertado como está agora, as necessidades vão se acumulando de forma generalizada”, afirmou.

Os preços do trigo, milho e soja estão subindo para os níveis mais altos desde 2008, com uma oferta apertada e uma demanda global elevada, que estão corroendo os estoques mundiais disponíveis. Vários governos, de Pequim a Belgrado, estão elevando as suas importações, limitando exportações e liberando vendas internas para conter a inflação. As cotações do trigo em Chicago já subiram 72% nos últimos 8 meses, desde que secas e inundações arruinaram as safras dos países do Mar Negro, do Canadá e da China, maior produtor e consumidor mundial.

“Há uma necessidade entre 3% e 4% de aumento na produção mundial de trigo”, disse Abbassian. A seca na China interrompeu a possibilidade de preencher os estoques mundiais, que deverão cair cerca de 6,4% neste ano, segundo dados da FAO. Aproximadamente 42% do total da área plantada com trigo nas oito maiores províncias da China estão sob severa seca, que pode se estender até o próximo mês de maio, segundo declarações do Ministro da Agricultura Han Changfu na última quarta-feira (9). As recentes chuvas no norte do país estão sendo substancialmente abaixo do normal, desde outubro de 2010, de acordo com relatório da FAO de 8 de fevereiro.

Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário