Cacau fecha a sexta-feira em alta em NY depois que UE restringe embraques da Costa do Marfim

Publicado em 11/04/2011 07:24 163 exibições
Os futuros do cacau recuaram na sexta depois que a União Europeia levantou as restrições de embarques da Costa do Marfim, o maior produtor da amêndoa. A decisão ocorreu após pedido do presidente eleito, Alassane Ouattara, na tentativa de reavivar a economia do país, afetava pelo conflito político. Os embarques haviam sido interrompidos em janeiro, como forma de impedir o financiamento do presidente derrotado Laurent Gbagbo, que se recusa a sair do poder. Em Nova York, papéis para julho ficaram em US$ 2.985 por tonelada, queda de US$ 17. Em Londres, o recuo foi de 25 libras esterlinas para o mesmo contrato, que fechou a 1.889 libras por tonelada. Em Ilhéus e Itabuna, o preço médio da arroba ficou em R$ 73,50, queda de 2,6%, segundo a Central Nacional dos Produtores de Cacau.
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário