Trigo: Rabobank estima oferta apertada na safra 2011/12

Publicado em 26/04/2011 16:45 572 exibições
A oferta de trigo na safra 2011/12 deve ser apertada. Segundo o banco Rabobank, tanto a  Rússia quanto a Ucrânia não devem compensar um déficit na produção mundial gerado por outros fornecedores do grão.

Os países da região do Mar Negro que produzem trigo devem embarcar 22 milhões de toneladas no ciclo 11/12. O volume é 9 milhões de toneladas maior do que na temporada 2010/11, porém, 15 milhões de toneladas menor do que em 2008/09.

Entretanto, esse aumento em relação à safra anterior não será suficiente para neutralizar o impacto que atinge as lavouras que sofrem com condições climáticas desfavoráveis na Europa, nos Estados Unidos, na China e também no Canadá.

A previsão do Rabobank é que a produção total de trigo deve ser de 30 milhões de toneladas, somada a safra das principais nações produtoras, na safra 11/12.

O volume não deverá ser o suficiente para recompor os estoques mundiais, fazendo com que a relação estoque/consumo nos países exportadores fique em torno dos 16%.

Em 2010, a Rússia, maior exportadora da região do Mar Negro, proibiu proibiu os embarques de grãos, desencandeando um forte rally dos preços.

A alta das cotações, sendo assim, devem continuar subindo, uma vez que exportações limitadas ainda preocupam bem como as condições climáticas desfavoráveis.

"O nível já apertado dos estoques mundiais de grãos e essa atual incerteza sobre a
produção continuará sustentando os preços do trigo até que as ofertas do ano-safra estejam garantidas", informou o Rabobank nesta terça-feira.

Chicago - Apesar dos fundamentos altistas, hoje, os futuros do trigo negociados na Bolsa de Chicago fecharam com forte queda.

O mercado realizou lucros após as expressivas altas desta segunda-feira além de adotar uma postura mais cautelosa às vésperas das decisões do FED (Federal Reserve).  A instituição pode anunciar novas medidas e aumentos nas taxas de juros como forma de conter a inflação no país.

Veja como ficaram as cotações no fechamento da Bolsa de Chicago:

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário