Argentina abre cotas de exportação para safra nova e expande a de safa velha

Publicado em 14/06/2011 08:40 309 exibições
Na tentativa de fazer dinheiro adiantado para os cofres públicos, uma vez que as cotas são liberadas mediante pagamento antecipado das retenciones (imposto de exportação teoricamente de 23%) a Argentina está liberando as primeiras cotas para exportação de trigo da temporada 2011/12 e ampliando em 800 mil as cotas da safra atual, de 2010/11. Estas liberações, porém, não parecem ter convencido o mercado, que não compareceu a nenhuma das duas Bolsas disponíveis no país para se abastecer de mercadoria para preencher estas exportações. Sinal que a antecipação financeira não funcionou – pelo menos não, ainda. Acontece que o governo comprou uma terceira briga: desta vez com as quatro principais exportadoras multinacionais do país, depois de arrumar briga com os ruralistas e com os moinhos. Onde o governo argentino quer chegar brigando com todo mundo? Talvez seja por isso que mais da metade da produção de trigo, arroz e soja do Uruguai esteja na mão de argentinos, que também estão se bandeando para o Brasil e para o Paraguai, países que oferecem maior estabilidade política e econômica para o desenvolvimento dos negócios.
Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

0 comentário