Feijão: Carioca trabalha com pequeno volume de ofertas

Publicado em 14/06/2011 11:09 359 exibições
Já no feijão preto há esperança de que os preços se tornem mais interessantes nos meses à frente.
Tendo em vista que a oferta de feijão extra 9 ou melhor é pequena e praticamente o que sai vende no campo imediatamente, o volume de oferta ao longo do dia tem sido pequeno. Mesmo na Bolsinha, o volume total hoje foi de 19,5 mil sacas com venda de aproximadamente 16,5 mil sacas. Os preços foram os seguintes : R$ 120,00 para nota 9,5; R$ 115,00 para nota 8,5 e R$ 105,00 para nota 8.
Em contato com as regiões produtoras do grão irrigado, o que se percebe é que os produtores que sempre plantam estão diminuindo a área e os que esporadicamente plantam, não plantaram. Assim, em algum momento, ao longo do segundo semestre, a oferta pode ficar pequena para a demanda. No momento percebe-se apenas uma tendência que precisa ser acompanhada. Esta semana circularemos por Cristalina, Coopadf, Unaí e Paracatu e estaremos trazendo novidades dessas regiões.
Bem abastecido, o mercado de feijão preto segue estável. Interessante que já era hora de a Argentina estar pressionando mais nosso mercado, pois a colheita segue com bom ritmo naquele país. Provavelmente, há a esperança de que os preços se tornem mais interessantes nos meses à frente, o que de certa forma inibe maiores ofertas neste momento. A referência no mercado interno segue em R$ 85,00 CIF São Paulo, Minas e Rio de Janeiro.
Tags:
Fonte:
Correpar

0 comentário