Governo anuncia medidas para amenizar crise no setor do arroz

Publicado em 28/06/2011 08:14 163 exibições
Agricultores reclamam que o preço baixo está inviabilizando a cultura. O governo vai liberar R$ 427 milhões para as operações.
O governo anunciou novas operações para retirar mais de 1,5 milhão de toneladas de arroz do mercado. Desse total, 500 mil toneladas serão destinadas a leilões de escoamento, 500 mil vão para contratos de opção de venda futura ao governo e mais meio milhão para opções de venda futura privada.

O secretário-adjunto de Política Agrícola do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt, explica o que significam as medidas. “A ação adicional é principalmente de aquisição futura de produto, já com preço mais elevado, de forma a estimular o comércio. Além disso, vamos estimular a exportação de produto além do que já estava previsto ou a destinação para outras regiões para onde não aconteceria mercado normalmente”.

Ao todo, só este ano, o governo vai liberar R$ 1,150 bilhão para a comercialização de 3,650 milhões de toneladas de arroz.

Segundo o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, José Carlos Vaz, as medidas atendem a mais de 25% de toda a produção nacional de arroz. Além disso, o governo está criando um grupo de trabalho que vai estudar os principais problemas do setor para evitar novas crises nas próximas safras.

“Nós temos que levantar primeiro um consenso no setor para saber quais são os gargalos de produção e de escoamento. Quais são os pontos fracos do setor no Brasil e quais são os pontos que podem ser melhorados? O que pode ser trabalhado para viabilizar o fluxo das próximas safras? É uma discussão técnica de uniformização de posicionamento de informações para a gente conseguir um plano de trabalho de médio prazo", explica José Carlos Vaz.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário