Mandioca: Redução da oferta da raiz eleva cotações

Publicado em 12/08/2013 10:16
567 exibições

A oferta de raiz de segundo ciclo deve acabar em agosto, segundo colaboradores do Cepea. Assim, mesmo com a chegada da mandioca de primeiro ciclo ao mercado, poderá haver dificuldade em atender a demanda das indústrias de fécula e farinha. No geral, produtores seguem postergando as entregas para o último trimestre do ano e priorizando as atividades de plantio, elevando as cotações da matéria-prima. Na semana passada, o valor médio a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 371,37 (R$ 0,6459/grama de amido na balança hidrostática de 5kg), alta de 2,3% em comparação com a média anterior. O rendimento médio de amido, considerando-se a tabela de renda 20 ficou em 573,39 gramas, praticamente estável. A falta de chuvas dos últimos dias tem dificultando os trabalhos de plantio e colheita em algumas áreas, o que pode diminuir ainda mais a oferta nos próximos dias. Além disso, agentes colaboradores consideram a possibilidade de aumento na demanda industrial para reposição de estoques, fatores que poderiam manter os preços próximos aos patamares atuais.

Tags:
Fonte: Cepea

0 comentário