Mandioca: Recesso, produtividade e chuvas reduzem as ofertas

Publicado em 14/01/2019 10:08
58 exibições

Na primeira semana de janeiro, poucos foram os produtores consultados pelo Cepea que focaram na colheita e na entrega de mandioca para a indústria. Esse cenário se deve ao recesso de muitas empresas, à renda e à produtividade no campo, que reduzem a receita por tonelada entregue, às chuvas regionalizadas e o interesse de muitos produtores em avançar com a colheita de soja e com o semeio da segunda safra da oleaginosa. Como a maioria das lavouras é nova e poucos agricultores têm necessidade de colheita para entrega de arrendamento, contrato e/ou parceria, agentes consultados pelo Cepea devem adiar a atividade para o segundo trimestre de 2019. Entre 7 e 11 de janeiro, o preço médio ficou em R$ 351,69/t (R$ 0,6116 por grama na balança hidrostática de 5kg), 0,5% acima da média da semana anterior.

Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário