Tomate: Cotações parciais de março estão positivas

Publicado em 21/03/2019 14:01
66 exibições

Na parcial de março (1º a 20/03), os tomates salada longa vida 2A foram comercializados à média de R$ 62,99/cx (preço ao produtor), alta de 45% frente a fevereiro – quando as cotações ficaram em R$ 43,30/cx. O motivo da alta é o avanço da safra de verão, que já teve cerca de 80% do volume ofertado. Além disso, produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea afirmam que, neste mês, a produtividade está reduzida.

Apesar da valorização, houve grande amplitude nos preços, uma vez que a maior parte dos produtos estava manchada, devido às chuvas. Os tomates de qualidade inferior foram comercializados a valores até 35% menores em relação aos de melhor qualidade.

O clima úmido de fevereiro, vale lembrar, prejudicou as produções e elevou o volume de descartes, devido à maior incidência de doenças (bactérias e fungos). Em Caçador (SC), por exemplo, os problemas fitossanitários reduziram em até 35% a produtividade, frente a janeiro.

De acordo com colaboradores, as precipitações também afetaram os transplantios da safra de inverno, comprometendo o desenvolvimento dos pés e aumentando a susceptibilidade a doenças – de forma que as produções das lavouras do "cedo" poderão ficar aquém do esperado.

Confira mais informações no site www.hfbrasil.org.br

Tags:
Fonte: Cepea/Hortifruti

Nenhum comentário