Iapar mostra resultados de pesquisas com laranjas precoces em Guairaçá

Publicado em 24/04/2019 11:19
65 exibições

O pesquisador Rui Pereira Leite, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), vai apresentar resultados de estudos com cultivares precoces em dia de campo sobre cultivo de laranja que será realizado em Guairaçá (Noroeste do Paraná) nesta quinta-feira (25). O evento, uma realização da Cocamar Cooperativa Agroindustrial, começa às 9 horas e terá atividades durante todo o dia.

De acordo com Leite, o setor produtivo demanda cultivares precoces. Os melhores materiais atualmente disponíveis são de meia estação ou tardios, que produzem frutos de junho a dezembro. “Há ociosidade na indústria nos primeiros meses do ano. Além disso, nessa época a qualidade do suco cai muito”, ele comenta.

No experimento de Guairaçá são avaliadas 76 cultivares de laranjas, de ciclo precoce, intermediário e tardio. Ao menos três dos materiais precoces apresentam bom potencial, adianta o pesquisador – IAPAR 73, IPR Salustiana e Valência Americana.

O banco genético do Iapar conta atualmente cerca de 400 materiais – entre laranjas, tangerinas e limões.

PROGRAMA - A agenda começa às 9 horas na Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT) da Cocamar em Guairaçá (a 35 km de Paranavaí). Com seis unidades temáticas, serão ainda tratados o uso de GPS na implantação de laranjais, controle biológico de pragas, técnicas para aumentar o pegamento de frutos, renovação de pomares e controle de doenças, este último com ênfase no HLB. Confira a programação completa aqui.
 
FOMENTO - Durante o evento, que acontece às vésperas do início oficial da colheita de laranja da safra 2018/19, previsto para 1º de maio, a Cocamar divulgará o fomento ao plantio de novos pomares. A meta é, em dois anos, agregar ao menos 2 mil hectares ao parque citrícola. Nos últimos meses, foi efetuado o plantio de 536 hectares e há outros 773 à espera da chegada das mudas. Ao mesmo tempo, produtores com um total de 814 hectares já manifestaram interesse em ingressar na atividade ou aumentar os seus pomares.  

Tags:
Fonte: IAPAR

Nenhum comentário