Alface: Média parcial de maio é a menor da série histórica do Cepea

Publicado em 21/05/2019 12:11
32 exibições

Após um verão com bons preços e elevada demanda, produtores de alface das regiões de Mogi das Cruzes e Ibiúna (SP) se preocupam com o cenário atual. Isso porque, nos últimos dias, o clima favorável à produção impulsionou a oferta nas lavouras – mesmo com o ciclo de produtividade prolongado, devido à proximidade do inverno.

Por outro lado, a condição climática está beneficiando a qualidade das folhosas, as quais não apresentam problemas de bacterioses ou má formação. Entretanto, com a demanda retraída (ocasionada pelo baixo consumo nesta época), o escoamento da mercadoria não tem sido suficiente – fator que, aliado à maior disponibilidade da folhosa, resulta em queda acentuada das cotações.

Em Ibiúna, o preço da variedade americana chegou ao menor nível registrado na série histórica do Cepea (que teve início em 2013), com a média parcial de maio a R$ 6,22/cx com 12 unidades, queda de 40% em comparação com abril. De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, a expectativa para junho é de cenário semelhante, com preços baixos (próximos aos valores de custo) e baixa procura – fatores que devem manter o mercado retraído até agosto. Além disso, caso a umidade do ar fique elevada, pode elevar a incidência de fungos nas lavouras, prejudicando a produção.

Confira mais informações no site www.hfbrasil.org.br

Tags:
Fonte: Cepea/Hortifruti

0 comentário