Alface: Preços podem subir em SP no correr de junho

Publicado em 06/06/2019 11:13
260 exibições

Depois de recuarem em maio, as cotações das alfaces devem subir no decorrer de junho nas praças de Mogi das Cruzes e Ibiúna (SP). Isso porque, com a redução da oferta – ocasionada pelo menor volume plantado e pelo atraso no ciclo de desenvolvimento das folhosas, devido ao frio –, a quantidade de mercadoria destinada à comercialização tende a diminuir, resultando em menos sobras e descartes. A demanda, por outro lado, não deve se elevar em relação a maio, por conta da chegada da frente fria, que costumar reduzir a procura. Outro ponto importante a ser destacado é que, de acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, a qualidade não deve limitar as altas dos preços, visto que a incidência de míldio e demais doenças típicas de inverno ainda não é tão evidente frente ao observado em anos anteriores. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, produtores têm investido mais em sementes resistentes ao míldio, reduzindo a incidência da doença na lavoura. 

Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário