Qualidade da maçã supera expectativas de agricultores catarinenses

Publicado em 25/02/2010 10:48 e atualizado em 25/02/2010 11:54 573 exibições
Agricultores de Santa Catarina estão otimistas com a safra da maçã. O frio ajudou e a qualidade dos frutos superou a expectativa.

Na propriedade com 30 hectares de área plantada a expectativa é colher cerca de 1,5 tonelada da fruta até o final de abril. São 25% mais em relação à safra do ano passado.

Ao todo, os 1,8 mil produtores de maçã da região de São Joaquim vão colher na safra deste ano mais de 300 mil toneladas da fruta, o que classifica pelo terceiro ano consecutivo a liderança na produção de maçã no Estado de Santa Catarina. E a quantidade significa qualidade.

Um dos principais responsáveis por manter a qualidade é o frio serra catarinense. Foram mais de 900 horas de temperaturas abaixo dos sete graus, quando o mínimo necessário seriam 500 horas para a maçã do tipo gala e 700 para a fuji.

“Foi um inverno bom onde as temperaturas se mantiveram baixas a partir do momento que caiu a temperatura no inverno. Não houve oscilações de alternâncias em temperaturas altas e baixas durante o inverno. Isso é o ideal para as plantas de clima temperado”, explicou Nazáro Vieira Lima, gerente regional da Epagri.

A produção já começou a ser beneficiada. Na maior cooperativa da região, que conta com 76 associados, estima-se que 47 mil toneladas passem pelo lugar. “A nossa fruta basicamente abrange o território nacional todo. Mas os principais seriam São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal”, disse José Roberto Macedo, gerente de produção.

Santa Catarina responde por 51% da safra brasileira de maçã.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário