Maçã: Após safra frustrada, o drama da desistência no PR

Publicado em 19/08/2010 08:19 450 exibições
Um pouco cabisbaixo e com tristeza, o fruticultor Roberto Akira Maebata decidiu desistir da maçã depois de dez anos investindo no cultivo da fruta. Na safra passada, ele contabilizou prejuízo de R$ 260 mil por causa da chuva em excesso. A produção foi 250 toneladas menor do que previa. Por isso, começou a derrubar as macieiras da propriedade e pretende, em breve, trocar a fruta por outra cultura. “Foi um baque para a gente que lida com isso. Para pagar as contas da safra passada, precisei vender o eucalipto de uma pequena área que eu tinha reservado para minha aposentadoria. Agora, é começar tudo de novo.”

Ele tinha 50 hectares de maçã. Já derrubou 12,5 hectares e plantou eucalipto no local. Esta semana, corta mais 9 hectares de macieiras. Pretende vender as árvores como lenha e o dinheiro arrecadado será usado para comprar mais mudas de eucalipto. Aos poucos, vai se afastando da fruticultura. Mesmo contra sua vontade, está demitindo funcionários. Na safra passada, estava com sete empregados, que moravam dentro da propriedade, e contratou outras 70 pessoas temporariamente para a poda das macieiras e a colheita. “Estou só com dois (fixos) e vou precisar somente de uns 30 temporários neste ano.”

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário