Cenoura: Excesso de oferta pressiona os preços

Publicado em 05/11/2010 07:38
683 exibições
A grande oferta derrubou o preço da cenoura. No Paraná, alguns agricultores até esperaram por uma reação do mercado, mas, agora estão destruindo parte das lavouras.

Marilândia do Sul responde por 54% da produção de cenoura no Paraná. Em todo estado são quase 200 mil toneladas por ano. Nesta safra, o clima ajudou, a produtividade foi grande e sobra cenoura em todo país. Com tanta oferta, o preço da cultura despencou.

O agricultor Éderson Pereira cultiva 150 hectares. Há seis meses, aguarda alguma reação. No ano passado custava R$ 20 a caixa. Nesse ano, estamos vendendo por R$ 5. Não cobre nem o custo, avaliou.

A safra excessiva esbarra ainda na falta de compradores. O trator, que ajuda na colheita, serve também para destruir parte da produção.

Na fazenda do agricultor Sérgio Paschoal, quinhentos mil quilos estão virando adubo. A cenoura passou do ponto e o jeito foi gradear a terra para dar lugar à soja. Foi a segunda vez em 15 dias que o agricultor eliminou a plantação. Em uma área vizinha, outros 600 mil quilos de cenoura apodrecem no campo. Fazer a colheita só aumentaria o prejuízo.

Poderia até doar. Dá dó, com tanta gente passando fome, a gente enterrar essa mercadoria, um produto de alimentação, no solo. Mas para tirarmos essa mercadoria e preparar para fazer uma doação o custo é muito caro. A gente já está no prejuízo. Daqui a gente tira o nosso sustento. Hoje, enterrar a mercadoria no solo é muito triste, lamentou Paschoal.

O Paraná é o principal produtor de cenoura do país, com 18% da safra.
Tags:
Fonte: Globo Rural

Nenhum comentário