Morango é alternativa de renda para produtores do Norte de Minas

Publicado em 08/11/2011 12:49 274 exibições
O desenvolvimento da cultura do morango em Minas Gerais, até há alguns anos restrito às regiões mais frias (Sul), tem se revelado uma alternativa viável para as famílias de pequenos produtores rurais também em outras partes do Estado. Com a implantação de diferentes variedades, mais adaptadas aos vários tipos de clima, até na região Norte, em pleno semi-árido, o morango apresenta qualidade com boa produtividade.

Com a pesquisa “Estudo do Comportamento de Cultivares do Morango no Norte de Minas Gerais”, realizada pelo pesquisador Mário Sérgio Carvalho Dias, a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Estado de Minas Gerais (Epamig) demonstrou alta produtividade e qualidade dos frutos produzidos na região Norte.

“O sucesso das pesquisas com o morango no Norte de Minas se deve ao fato de que nessa região e também no Vale do Jequitinhonha, a umidade relativa do ar é mais baixa e favorece o cultivo sem a utilização excessiva de agrotóxicos para controle de pragas e doenças”, explica Sérgio Carvalho, coordenador técnico estadual de Fruticultura da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Outro fator positivo na região, ressalta Sérgio Carvalho, é que a média das temperaturas no período de produção e até a colheita favorece a cultura do morango. “Durante o dia tem calor e à noite a temperatura baixa bastante. Em alguns municípios a temperatura noturna chega a ser a mesma do Sul de Minas, tradicional região produtora de Minas Gerais”, compara o especialista da Emater-MG.

Sérgio Carvalho ressalta que ainda não há um levantamento consolidado de área cultivada e produção, pois o plantio de morango na região ainda é feito em pequena escala, por produtores familiares. “Em breve teremos esses, pois a Emater-MG está fazendo o levantamento junto aos nossos escritórios locais e junto à Epamig”, prevê.

O estudo da Epamig cita como pontos favoráveis à disseminação da cultura do morango no Norte de Minas a existência de indústrias de polpa de frutas, iogurte e geléia, que atualmente compram morangos do Sul de Minas. Com uma produção mais próxima, os empresários poderiam dar preferência aos produtores da região, pois o custo do transporte cairia e a validade do morango seria maior, devido à proximidade.

Por enquanto, para aqueles que já se dedicam à atividade mas ainda não têm escala comercial, uma alternativa para aproveitar a produção é a fabricação artesanal de outros derivados, como geléias e compotas. É uma forma de os agricultores obterem melhor rendimento com o morango e manterem a renda mesmo nos períodos fora da safra.

O município de Datas, próximo a Diamantina, é um exemplo já consolidade de como o morango pode contribuir para a diversificação da produção regional e o aumento de renda das famílias rurais. Com a orientação da Emater-MG, os produtores até já se organizaram e fundaram uma fábrica de polpas e doces de frutas.
 
O cultivo do morango na região começou há cerca de cinco anos. O clima ameno e a altitude de até 1.300 metros contribuem para o bom desenvolvimento das plantas. E como foram introduzidas novas variedades, menos sujeitas a doenças, tem sido possível reduzir muio o uso de agrotóxicos e ainda assim obter frutos de ótima qualidade para o mercado.

Tags:
Fonte:
Emater- MG

0 comentário