Leilões de laranja devem beneficiar mais de 1,5 mil produtores em 2012

Publicado em 11/12/2012 10:47 744 exibições
Total de caixas da fruta apoiadas pela política de sustentação de preços do Governo deve chegar a 26 milhões
Para auxiliar aos produtores de laranja este ano, o Governo Federal adotou medidas emergenciais de apoio ao setor. Entre elas, realizou leilões para sustentar o preço da caixa de laranja em R$ 10,10/cx, valor do preço mínimo provisório fixado. Até o momento, 22,76 milhões de caixas do produto foram arrematadas em 14 pregões por meio de Prêmio para Escoamento (PEP) e de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro).

Na próxima quinta-feira, 13 de dezembro, serão ofertadas mais 3,4 milhões de caixas de laranja nos últimos leilões – totalizando cerca de 26 milhões no ano. O total de caixas apoiadas pela política de sustentação de preços do Governo Federal beneficiará mais de 1,5 mil produtores no ano.

Em 2012, o Governo prorrogou as dívidas dos produtores de laranja e a Linha Especial de Crédito do ano passado. Outra medida de apoio foi a criação da linha de manutenção de pomares com limite de R$ 150 mil, com juros de 5,5% ao ano e prazo para pagamento de até cinco anos.

O ano de 2012 foi difícil para o cinturão citrícola de São Paulo e Minas Gerais. Com uma boa safra, estimada em 365 milhões de caixas de laranja e elevados estoques de sucos, muitos produtores ficaram sem mercado para suas frutas e os preços pagos despencaram para patamares entre R$ 6 e R$ 7 por caixa.

Leilões

A diferença entre PEP e Pepro está em quem participa como arrematantes dos prêmios. No PEP, os participantes compram a laranja diretamente do citricultor e disputam o prêmio em leilão com o compromisso de pagar o preço mínimo de R$ 10,10/cx de laranja ao produtor. No Pepro, são os próprios produtores que participam do processo de arremates.
Tags:
Fonte:
Ministério da Agricultura

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário