Publicidade

Fim da terceirização pode gerar 200 mil vagas na colheita da laranja

Publicado em 27/03/2013 15:13 674 exibições
Se for mantida nas instâncias superiores, a decisão do juiz Renato da Fonseca Janon, da Vara do Trabalho de Matão (SP), de acabar com a terceirização da colheita de laranja poderá significar a contratação direta de mais de 200 mil trabalhadores pelas grandes indústrias de suco baseadas no Estado de São Paulo (Cutrale, Citrosuco/Citrovia e Louis Dreyfus Commodities), de acordo com cálculo do Ministério Público do Trabalho (MPT).


Confira a notícia na íntegra no site do Valor Econômico
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário