Ineficácia de medidas contra o greening preocupa produtores e indústria

Publicado em 22/10/2010 07:30
429 exibições
Cerca de 3,2 milhões de pés de laranja foram derrubados no 1º semestre deste ano.
O avanço do greening obrigou a derrubada de cerca de 3,2 milhões de pés de laranja somente no primeiro semestre deste ano. Produtores e indústria estão preocupados, pois as medidas para impedir que a doença se espalhe não têm sido eficientes.

O inseto psilídeo transmite a bactéria causadora da doença, que chegou ao Brasil em 2004. Os principais sintomas são folhas amareladas, frutos pequenos e deformados e sementes abortadas.

Somando com o ano passado, mais de 6,5 milhões de pés já vieram abaixo. Os produtores são responsáveis pela inspeção e derrubada dos pés doentes. É mais vantajoso derrubar alguns pés condenados o mais rápido possível, do que todo o pomar depois.

A inspeção já foi tarefa do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), mas passou para o produtor porque o convênio da entidade com o governo do estado não foi renovado no começo do ano. Desde então, a incidência da doença aumentou em mais de 50%. Atualmente, em 38,98% dos talhões de São Paulo há pés contaminados.

Agora, o Fundecitrus se dedica apenas à pesquisa. A Embrapa desenvolveu um equipamento que faz o diagnóstico da doença antes do aparecimento dos sintomas.

O governo do Estado de São Paulo lançou um seguro para pequenos produtores, concedendo R$ 4 por pé arrancado.

Controle

Pesquisadores norte-americanos participaram nesta quinta-feira (21), em Araraquara, de uma reunião para discutir o combate ao greening. Foram mostrados os avanços e os desafios no controle da doença.

Nos Estados Unidos, o Texas começou um programa de controle há dois anos, mesmo sem ter registrado a doença. Todos produtores receberam treinamentos e foram convencidos a vigiar os pomares.

Já a situação da Flórida é bem parecida com a do Brasil e, por isso, a troca de informações é importante. O presidente do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), Lourival Mônaco, afirma que este foi o principal objetivo do encontro. Para nós é fundamental o conhecimento profundo dos mecanismos de controle. Compartilhar com o mundo todo o conhecimento existente, para que se traga para o país o que se tem de melhor no mundo inteiro, disse.
Tags:
Fonte: EPTV

Nenhum comentário