Cuidados com o pomar garantem supersafra de citrus no Rio Grande do Sul

Publicado em 16/06/2011 09:31 577 exibições
Produção supera a expectativa e gera emprego e renda para quem vive no campo.
O Rio Grande do Sul está colhendo uma supersafra de citrus. A produção de laranjas no Estado superou as expectativas. Além de o clima ter colaborado, a atenção e os cuidados com o pomar foram fundamentais. A produção de laranjas supera a expectativa e gera emprego e renda para quem vive no campo.

O Rio Grande do Sul tem uma área de, aproximadamente, 30 mil hectares de citrus. A produção de laranja, bergamota e limão chega a 420 mil toneladas de frutas. Na região do Alto Uruguai a citricultura está em crescimento. Hoje são seis mil hectares que devem produzir 170 toneladas de frutas. 90% da terra são dedicados à laranja.

O clima seco na época de floração favoreceu a produção de citrus na região. Na propriedade dos produtores Deonir e Marilene Lotti a expectativa é de colher 40 toneladas por hectare. Além disso, o frio nesta época ajuda a aumentar o teor de açúcar e a intensidade da cor das frutas.

– Eu estou satisfeito. Do ano passado pra cá melhorou. Os outros anos não tinha um bom preço. Muitos abandonaram, mas eu aguentei o repuxo. Acredito que daqui pra frente vai melhorar – conta o citricultor.

Este ano, houve melhora, a família espera vender o quilo da laranja a R$ 1. O ano passado custava R$ 0,60. Mas para colher esses bons frutos a família segue a risca o programa de tratamento contra fungos. Isso evita a queda das flores.

– Seguindo o programa de tratamento o produtor ganha dinheiro – avalia o técnico agrícola Dejamo Buzzetti.

A manutenção do hectare custa cerca de R$ 500.

– Com um preço em torno de R$ 1, vai representar um lucro certo para o produtor, e o custo de tratamento é praticamente insignificante – conta Buzzetti.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

0 comentário