Tereza Cristina promete suspender importação de leite do Mercosul

Publicado em 14/12/2018 11:56
244 exibições

Em reunião com representantes dos produtores rurais de todo o país, a futura ministra da Agricultura sinalizou medidas para o desenvolvimento do setor. A suspensão das importações de leite do Mercosul estaria entre as prioridades.

Segundo o vice-presidente da FAEMG, presidente da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA e da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Rodrigo Alvim, essa tem sido uma das principais demandas do agronegócio junto ao governo Federal há alguns anos. A tarifa zero entre os membros do Mercosul e a ausência de uma negociação de cota, colocam os produtores nacionais em situação de extrema desvantagem.

Comentário

“A CNA e suas federações têm atuado firmemente nesse sentido. A FAEMG representa os produtores de Minas, que responde por mais de 1/3 da produção nacional, e é o estado que mais sente os impactos da importação. A produção brasileira de leite cresceu nos últimos anos. É uma importação injustificada e que cria um ambiente altamente prejudicial ao setor.

As diferenças no custo de produção (encargos trabalhistas, questões tributárias, clima, meio ambiente, entre outros) geram para os vizinhos uma vantagem comparativa, com as quais nem mesmos os produtores mais competitivos levam vantagem. Quando criado o ‘Mercado Comum Europeu’ foram definidas cotas para os países membros, exatamente para que não houvesse uma concorrência predatória entre os mesmos. No Mercosul, o país membro com maior mercado consumidor, sofre com a concorrência dos que não têm mercado”.

Fonte: FAEMG

Nenhum comentário