Pisos mínimos de frete: ANTT realizou 5 sessões presenciais

Publicado em 24/05/2019 18:22
141 exibições

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para garantir o debate a transparência pública, realizou cinco sessões presenciais em todo o país da Audiência Pública nº 002/2019, que visa estabelecer as regras gerais, a metodologia e os indicadores dos pisos mínimos, referentes ao quilômetro rodado na realização de fretes, por eixo carregado, instituído pela Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas.

As sessões presenciais tiveram o objetivo de colher as manifestações do setor, caminhoneiros, transportadores, agentes do setor de logística de transportes e demais públicos, sobre a metodologia proposta para se calcular a tabela.

Os interessados em dar sugestões/contribuições também podem fazê-lo por meio eletrônico, no site da ANTT, até as 18h de hoje (24 de maio de 2019), no horário de Brasília.

 

Balanço - Foram realizadas cinco sessões presenciais, com um total de 841 participantes, 223 contribuições orais e 25 contribuições escritas.

Belém - PA: Hotel Sagres

Data: 08 de maio de 2019

Público presente: 39

Contribuições orais: 17

Contribuições escritas: 6

 

Recife - PE: Onda Mar Hotel

Data: 10 de maio de 2019

Público presente: 81

Contribuições orais: 29

Contribuições escritas: 4

 

São Paulo - SP: Hotel Nikkey Palace

Data: 14 de maio de 2019

Público presente: 277

Contribuições orais: 52

Contribuições escritas: 6

 

Porto Alegre - RS: Hotel São Rafael

Data: 16 de maio de 2019

Público presente: 187

Contribuições orais: 45

Contribuições escritas: 4

 

Brasília - DF

Data: 23 de maio de 2019

Público presente: 257

Contribuições orais: 80

Contribuições escritas: 05 

Histórico – A Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (Tabela de Frete) foi estabelecida pela Medida Provisória nº 832/2018 e convertida na Lei nº 13.703/2018. Em cumprimento às normas legais, a ANTT publicou, por meio da Resolução ANTT nº 5820/2018, as tabelas com os pisos mínimos referentes ao quilômetro rodado na realização de fretes, por eixo carregado. As tabelas de pisos mínimos têm natureza vinculativa e foram elaboradas conforme as especificidades das cargas, sendo divididas em: carga geral, a granel, frigorificada, perigosa e neogranel.

As primeiras tabelas, constantes do ANEXO II da Resolução ANTT nº. 5820, de 2018, foram atualizadas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A ANTT abriu a Audiência Pública nº 002/2019, com o objetivo de estabelecer as regras gerais, a metodologia e os indicadores da tabela de frete.

Confira o histórico completo da implantação da regulação da ANTT sobre a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas.

Tags:
Fonte: ANTT

Nenhum comentário