Bolsonaro diz que não orientou suspensão de tabela de frete e que ministro tem autonomia para negociar

Publicado em 22/07/2019 14:21
44 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira que ele e ministros trabalharam até tarde na véspera devido aos rumores sobre uma possível paralisação de caminhoneiros, acrescentando que não foi ele quem orientou a suspensão da tabela do frete.

Em rápida entrevista após almoço com militares, Bolsonaro disse que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, tem carta branca para negociar.

A nova tabela de frete foi suspensa nesta segunda. "Ela está suspensa e, portanto, volta a valer a antiga, até que consigamos construir consenso", disse o ministro à Reuters por mensagem. [nL2N24N0JH]

Bolsonaro disse também que conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que deve ser definida nos próximos dias. O governo prometeu na semana passada anunciar na quarta-feira desta semana os detalhes sobre a liberação.

Em outra frente, o presidente disse que dados sobre desmatamento não podem ser divulgados sem que antes o ministro envolvido seja informado, porque pode haver erros. Bolsonaro disse que não pode ser surpreendido por uma informação tão importante quanto essa.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Tags:
Fonte: Reuters

0 comentário