Ministro Stephanes: escoamento da safra preocupa

Publicado em 10/02/2010 09:49 1314 exibições
O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, admitiu na terça-feira (09) preocupação com o escoamento dos produtos agrícolas. "Precisamos de mais clareza no plano estratégico de médio e longo prazos não só para o escoamento da produção mas também dos insumos básicos para a produção", considerou, durante entrevista coletiva para comentar os números do quinto levantamento da safra de grãos realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

De acordo com o ministro, a região Centro-Oeste e, principalmente, o Estado de Mato Grosso continuam a ser um grande problema sob este ponto de vista. "O pior é que não enxergo solução, um plano estratégico para resolver a questão do Centro-Oeste", criticou.

Stephanes disse que o problema é tão grave que os custos com o transporte de alguns produtos, como o milho, por exemplo, acabam sendo maiores do que o valor do próprio grão. "Isso mostra que o sistema de escoamento está inadequado", argumentou.

Stephanes ressaltou que a soja apresenta um quadro semelhante ao do milho e que, em breve, haverá problemas com a carne bovina também. "Desde o dia em que entrei neste Ministério ouço falar da hidrovia Teles Pires-Tapajós e até hoje não vi, sequer, um estudo técnico para saber se ela é mesmo viável", atacou.

O ministro disse ainda que os portos brasileiros não estão sendo aparelhados para atender às demandas nacionais. "Os problemas na área de escoamento são muito grandes", resumiu. Indagado a respeito da responsabilidade pelo atraso nessas melhorias de infraestrutura para a agricultura, Stephanes foi direto: "O Ministério dos Transportes e o de Portos e Vias Navegáveis."
Tags:
Fonte:
Aprosoja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário