Porto de Santos movimenta quase 9 milhões de toneladas em maio

Publicado em 24/06/2010 07:42 393 exibições
O Porto de Santos, no estado de São Paulo, atingiu em maio sua maior marca mensal de movimentação, com 8,94 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 20% em relação a maio de 2009. Também houve alta no movimento acumulado de janeiro a maio, totalizando 36,54 milhões de toneladas, avanço de 17,1% frente ao mesmo período do ano passado. O recorde mensal anterior havia sido obtido em agosto de 2009, com a operação de 8,30 milhões de toneladas.

O desempenho de maio se deu graças a um crescimento de 6,5% nas exportações, que representam dois terços do total do movimento físico, e ao incremento de 66,9% das importações no mês. No acumulado de janeiro a maio, as exportações tiveram um crescimento de 5,6% e as importações de 50,2%.

O açúcar, a principal carga operada em Santos, foi um dos produtos que contribuiu para esse resultado, chegando a quase 2 milhões de toneladas no mês e somando 5,87 milhões no acumulado, representando alta de 7,7%. O complexo soja (grãos e farelo) também obteve destaque, com 1,60 milhão de toneladas em maio, com acúmulo de quase 7 milhões, gerando um aumento de 12,3%.Contribuíram para esse desempenho, também, a carga conteinerizada que voltou a sustentar bons índices de crescimento, recuperando-se das quedas verificadas em 2009, por conta da crise financeira mundial. As operações aumentaram 29,6% em relação ao mesmo mês do ano passado, enquanto que no acumulado do período o aumento chega a 16,6%.

O crescimento na importação reflete a alta na movimentação de praticamente todas as cargas de maior expressão descarregadas em Santos. O carvão mineral, produto de maior volume de importação, teve incremento de 50,9% no total acumulado, influenciado pelos números de maio, quando alcançou alta de 868,5%. Também o enxofre, segunda maior carga movimentada na importação, teve destaque, superando em 53,8% o total verificado no período do ano passado.

O total de navios atracados no mês registrou um aumento de 1,9%, enquanto o acumulado desde janeiro registrou queda de 2,8%.

Tags:
Fonte:
Revista Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário