Chineses acenam com investimento em logística

Publicado em 17/08/2011 17:43 586 exibições
Está confirmada a visita de um grupo de executivos chineses do Hope Full Group para Mato Grosso nos próximos meses. A iniciativa é decorrente da Missão China, uma viagem de intercâmbio comercial que a Aprosoja está realizando até o dia 24 de agosto na China. O objetivo é aproximar produtores rurais de grãos de Mato Grosso de mercados compradores chineses.
 
O Hope Full Group é uma companhia com sede em Pequim focada no processamento de soja, sendo a quarta maior esmagadora da China e a maior de capital privado. Os termos da parceria com os brasileiros incluem investimentos privados chineses em infraestrutura de logística.
 
“De um lado, temos uma indústria com o desafio de ampliar sua capacidade de processamento atual, que é de 3 milhões de toneladas de soja, para 8 milhões de t. Do outro lado, temos um estado que pode mais que dobrar sua produção de forma sustentável, apenas reaproveitando áreas de pastagens degradadas. É a parceria ideal. Só falta logística”, observa o Diretor Administrativo da Aprosoja, Carlos Favaro.
 
Um dos executivos do Hope Full Group, Lin Tan, esteve em abril e maio em Mato Grosso como palestrante do Circuito Aprosoja, dando início ao relacionamento institucional e comercial com a associação. “Agora, já confirmamos uma viagem de empresários chineses para conhecer nossa produção in loco. É a continuidade da parceria”, afirma Favaro. Atualmente, 50% da soja utilizada pelo Hope Full Group é brasileira.
 
Principal parceiro comercial do Brasil e de Mato Grosso, a China é hoje a segunda maior economia do mundo e o país mais populoso do planeta: são mais de 1,3 bilhão de habitantes – o que corresponde a 20% da população mundial. Os chineses respondem por 20% de todas as exportações nacionais, e têm ampliado ano a ano as vendas para os brasileiros, sendo hoje o segundo maior mercado importador para o Brasil.
 
Na pauta comercial, o complexo soja é o item de maior relevância, ao lado do minério de ferro. Isso ocorre porque o consumo de soja na China tem aumentando exponencialmente. De 1994 até 2011, segundo dados do USDA, o consumo de soja na China aumentou 378%, sendo que hoje o país responde por 54% do total de importação de soja em todo o mundo e por 46% das compras de soja brasileira.
 
A ampliação desse consumo é explicada pelo crescimento populacional e pelo aumento de renda dos chineses, principalmente da ascendente classe média. Desde 1994, a China tem mantido um crescimento econômico anual superior a 7,5% – é a nação que mais cresce no mundo.
 
A chamada “Missão China” da Aprosoja visa aproximar produtores rurais e deputados estaduais que participam da comitiva da realidade do país oriental. O intercâmbio começou no dia 14 de agosto e termina no dia 24, com o retorno da comitiva composta por mais de 30 pessoas a Cuiabá.
 
Na pauta, além das relações comerciais, a prospecção de oportunidades para o setor produtivo de Mato Grosso, o entendimento sobre a dinâmica comercial chinesa e sobre as políticas regulatórias.
 
 
Números da China
9,5 milhões de km²
4º maior país do mundo em área
Mais de 1,3 bilhão de habitantes
365 milhões de famílias
20% da população mundial
Crescimento econômico anual superior a 7,5% desde 1994
2ª maior economia do mundo
Responsável por 20% das exportações brasileiras
Compradora de 54% de toda a soja do mundo e 46% da soja brasileira
Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário