Alta generalizada em todos os mercados de milho: Chicago, BM&F e físico, com Argentina puxando

Publicado em 26/02/2018 17:16

Não surgiram novidades que mudassem o quadro na Bolsa de Chicago (CBOT) – tampouco na BM&F Bovespa e no mercado físico –, com o milho sendo carregado na onda da menor produção argentina e brasileira (com peso pouco menor). Apenas uma pequena redução nos ganhos, na comparação com o início da tarde desta segunda (26).

O março ficou com uma variação positiva de 2,25 pontos, cotado o bushel a US$ 3,68. Na sequência, maio +2,75/US$ 3,77, julho +2,75/3,85 e setembro +2,75/US$ 3,91.

As incertezas quanto ao prejuízo que a seca na Argentina levará à produção e sobre o safrinha, “deixam os agentes acompanhando de perto” e precificando. “Mesmo que a quebra na argentina e redução na 2ª safra do brasil, ainda assim os estoques estarão confortáveis nos Estados Unidos, segundo alguns comentários”, complementou Marlos Correa, da InSoy Commodities.

O caso de Chicago segue alinhado com a BM&F Bovespa, que também veio bem nesta segunda-feira. O março saiu com forte expansão de 4,51%, cotado a R$ 38,90 a saca; maio 4,3%, a R$ 37,60. Os outros dois contratos do ano, setembro e novembro, variaram entre 2,22% e 2,93%.

Mercado físico

No oeste do Paraná, na faixa de R$ 28/29,00, com o frete a R$ 6,60 a saca, liquida em Paranaguá a R$ 35,60, ainda explicando Correa, o que garante melhor remuneração no mercado físico. Daí o “mercado interno tentando controlar melhor os preços, subindo internamente para reduzir o volume exportado”. Tanto que o analista da InSoy acredita que o porto de Rio Grande nem está indicando preços pelo melhor retorno do cereal negociado aqui dentro.

No preço balcão, Cascavel pediu R$ 24,00, enquanto Ubiratã e Londrina o mesmo, com alta de mais de 2%.

Tangará da Serra e Campo Novo do Parecis, no Mato Grosso, R$ 21,00 (+2,44%) e R$ 24,00 (+2,56%). 

Por:
Giovanni Lorenzon
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • jose renato da silva Uberlândia - MG

    Acredito que a oferta reduzida não se aplica somente pelo atraso de colheita da soja. Visto que mais de 50% já colhida. Mercado está enxuto.

    0