Cresce em 40 vezes busca por crédito ambiental por parte dos produtores mato-grossenses

Publicado em 13/11/2012 07:33 2287 exibições
No 3º trimestre do ano foram liberados, segundo o Mapa, R$ 40 mi do programa de baixa emissão de carbono a produtores mato-grossenses.
As contratações de crédito do programa Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC) por parte dos produtores mato-grossenses atingiram R$ 40,4 milhões entre os meses de julho a setembro deste ano. O valor chega a ser 40 vezes maior que o acessado em igual período de 2011, quando as liberações atingiram R$ 1,1 milhão. Conforme dados do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em todo o país o volume contratado somam R$ 600,6 milhões no terceiro trimestre do ano. O diretor financeiro da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Nelson Piccoli, explica que o aumento na contratação do crédito rural por parte dos produtores do Estado, está diretamente ligado à busca por recuperação de áreas degradadas para o produção de soja e milho no Estado. Conforme ele, mais uma vez Mato Grosso registrou safras recordes de milho e soja, com aumento de áreas plantadas e de produção, o que levou o produtor a apostar na lavoura. “A atual legislação não permite tão facilmente a abertura de novas áreas, e muito menos isso é viável ao produtor. Portanto com o ABC o produtor pode investir na pastagem degradada pela pecuária e assim aumentar sua produção de forma sustentável”, explicou.

Veja a notícia na íntegra no site do Folha do Estado
Fonte:
Folha do Estado

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário