China e Draghi estimulam apetite por risco no mundo

Publicado em 21/11/2014 12:55 92 exibições

Os mercados mundiais reagem positivamente a duas notícias internacionais nesta sexta-feira. Primeiro, o Banco Central da China cortou juros. O PBOC informou nesta manhã o corte de 0,25 ponto percentual da taxa de depósito. Já a taxa de empréstimo de um ano foi reduzida em 0,4 ponto percentual. Essa é a primeira queda dos juros em mais de dois anos.

Mais cedo, declarações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, de que utilizará todas as ferramentas do mandato para atingir a meta de inflação já alimentavam um certo otimismo. Em reação, o Ibovespa sobe mais de 2%, com ações descontadas como Vale no topo do índice. Os juros cedem e o dólar cai às mínimas em duas semanas ante o real nesta sexta-feira, na casa de R$ 2,52.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário