Ministro do Meio Ambiente relata ataque por MST na Bahia

Publicado em 28/02/2019 18:51 e atualizado em 28/02/2019 19:56
3467 exibições

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, esteve nesta quarta-feira, 27, no Palácio do Planalto para relatar momentos de tensão que viveu durante viagem ao Parque Nacional do Pau Brasil, em Porto Seguro, no Sul da Bahia. Ele disse ao Estado que foi alvo de uma “tentativa de agressão física” por integrantes do PCO e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ao ter o carro onde estava  atacado. 

Segundo afirmou o ministro, manifestantes cercaram o veículo, quebraram peças e subiram no teto do carro. Ele não sofreu agressões físicas. Aos auxiliares do presidente Jair Bolsonaro, Salles contou que se assustou com o ato de "extrema violência".

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, que também ouviu seu relato, pediu à Polícia Federal que abrisse um inquérito para apurar o ocorrido, que considerou “muito grave”. 

Leia a reportagem completa no site do Estadão

Postagem do Ministro Ricardo Salles em sua página no Instagram

twitter ataque MST ao Ministro Ricardo Salles

 

O Antagonista : Ricardo Salles relata ataque do MST na Bahia

Ricardo Salles disse a colegas de ministério que manifestantes do MST e do PCO cercaram o carro em que ele estava no Parque Nacional do Pau-Brasil, em Porto Seguro, na Bahia.

Eles quebraram o vidro de um dos carros e subiram no teto do veículo. Salles não sofreu agressão física, mas classificou o ato como de “extrema violência”.

O ministro do Meio Ambiente também postou no Instagram mensagem em que classificou o episódio como “uma vergonha”. Junto com a mensagem, uma foto do carro depredado e um vídeo que mostra as ameaças dos manifestantes.

Leia a reportagem completa no site de O Antagonista

Confira o vídeo que foi gravado no momento em que o ministro foi atacado pelo grupo do MST:

Veja mais fotos que estão circulando nas redes sociais: 

Ataque mst  Ataque mst  Ataque mstMST ataca ministro

Ricardo Salles exonera 21 superintendentes regionais do Ibama

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, exonerou 21 superintendentes regionais do Ibama. A medida foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial.

Os superintendentes exonerados são os dos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

A pasta não explicou o motivo das exonerações nem divulgou os nomes dos substitutos. (O Antagonista)

 

 

Fonte: Estadão+Antagonista

1 comentário

  • Gladston Machareth Campo Grande - MS

    Fica difícil, para não dizer impossível, viver e produzir em um país sem a mínima segurança.

    3