Milho: Falta de chuva deve reduzir safra do Brasil e Argentina

Publicado em 28/12/2011 09:15 e atualizado em 28/12/2011 11:00 844 exibições
Receios de que as produções nacional e argentina sejam menores que o estimado até o início de dezembro voltaram a motivar reajustes do preço do milho. Pesquisadores do Cepea observam que, mesmo que as condições climáticas melhorem nos próximos dias, o potencial produtivo já foi afetado no sul de Mato Grosso do Sul, sudoeste de São Paulo e em praticamente todas as regiões dos três estados do Sul. Na Argentina, também é esperada colheita menor devido à falta de chuva. A previsão de oferta e demanda em nível mundial do USDA divulgada no início de dezembro já apontava relação estoque final/demanda em 14,6%. Apesar de ser melhor que a de novembro, essa relação ainda está no menor nível desde 1973/74. No mercado físico brasileiro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas-SP; valores a prazo são convertidos para à vista pela taxa de desconto CDI) subiu 4,4% nesta quinzena, fechando a R$ 28,87/saca de 60 kg na quinta-feira. Se considerada a taxa de desconto NPR, na região de Campinas, o preço médio à vista foi de R$ 28,46/sc de 60 kg nessa segunda-feira, com alta de 4,9% desde o dia 14 de dezembro.
Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário