Oito mil toneladas de milho estão disponíveis nos polos da Conab na Bahia

Publicado em 06/05/2013 15:16 362 exibições
A falta de milho para ração animal começa a ser superada na Bahia. Segundo informações da Superintendência Regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), oito mil toneladas do grão, para comercialização a preços subsidiados, estão disponíveis nos 13 polos de venda do estado.

O Programa Venda em Balcão é uma iniciativa do governo federal, por meio da Conab, e está inserido nas ações emergenciais de convivência com o semiárido. O produto pode ser encontrado nos polos localizados nos municípios de Irecê, Santa Maria da Vitória, Entre Rios, Itaberaba, Ribeira do Pombal, Feira de Santana, Juazeiro, Vitória da Conquista, Guanambi, Paulo Afonso, Seabra, Conceição do Coité e Jequié.

O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca, Rui Costa, disse que esta é mais uma conquista, resultado de um trabalho em parceria. "Graças ao esforço dos governos estadual e federal, ampliamos a disponibilidade de milho. O desafio agora é comercializar todo o milho disponível, para que mais grãos cheguem e os rebanhos sejam alimentados. Precisamos fortalecer cada vez mais a agropecuária e o pequeno produtor."

Para fazer a retirada do milho, o criador deve procurar os escritórios da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), e receber as orientações necessárias. A quantidade de milho para aquisição varia conforme o plantel de cada criador, respeitando o limite máximo de seis toneladas.

‘Delivery’ – Além de disponibilizar mais de 50 técnicos da EBDA e alugar galpões para a implantação dos polos de venda de milho, o Governo do Estado realizou uma operação chamada de ‘Delivery’, que consiste em transportar o grão de outros estados e entregar diretamente nos municípios. Mais de quatro mil criadores residentes em localidades mais distantes dos polos de venda foram beneficiados com o transporte do milho, com a isenção do custo decorrente do transporte.
Tags:
Fonte:
Sec. Agricultura da BA

0 comentário