Preços do milho devem permanecer em baixa até o fim de 2013

Publicado em 12/08/2013 08:24
830 exibições

É o que mostra o boletim Custos e Preços, elaborado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). “A colheita da safrinha (2ª safra) ainda não atingiu 50% e o produto já está sobrando nas regiões produtoras”, afirma o levantamento.

No mês de julho, especificamente, os preços do cereal tiveram recuo significativo, na comparação com junho. Em Sorriso (MT), a saca de 60 quilos foi comercializada, em média, a R$ 13,79, que representam queda de 15% em relação ao mês anterior. Comparada a julho de 2012, a redução foi ainda maior: 35,3%. Em Lucas do Rio Verde (MT), o preço no mês passado chegou a R$ 9,85, 13% inferior ao de junho. Em Londrina (PR) e Unaí (MG), as quedas mensais registradas foram de 11% e 4,7%, respectivamente.

O estudo também apontou redução expressiva nos preços da soja neste ano, se comparados a 2012. Em Sorriso (MT), a oleaginosa em julho foi vendida a R$ 55,45, recuo de 18,5% em relação a julho do ano passado. Em Londrina (MT), a queda observada no mês passado foi de 15,4% em relação a julho de 2012. Na comparação com junho, os preços ficaram estáveis e foram mantidos pela valorização do dólar. Para a próxima safra, diz o boletim, a tendência é de aumento de 3,7% na área plantada. 

Algodão em alta – A cotação média do algodão em julho, no mercado interno, foi de R$ 70,48 a arroba, crescimento de 5% em relação ao mês de junho, e de 36% em comparação com julho/2012, quando a cotação estava em R$ 51,80 a arroba.

De acordo com o Boletim, “essa grande diferença entre a cotação atual e a registrada em 2012 deve permanecer neste segundo semestre de 2013, em especial em consequência da queda na produção interna e devido à alta nas cotações internacionais do grão, afetada também pela desvalorização cambial no Brasil”.

O estudo também avaliou o cenário de outros produtos, como o boi gordo, feijão, arroz, café, cacau e leite.

Tags:
Fonte: Assessoria de Comunicação CNA

Nenhum comentário