Milho: Preço da saca do cereal não cobre custos de produção

Publicado em 13/08/2013 11:56
870 exibições

A elevada oferta atual e a expectativa de estoques finais recordes têm pressionado os preços do milho no Brasil. No Centro-Oeste e no Paraná, os atuais valores da saca estão abaixo do mínimo estipulado pelo governo, com exceção do sudoeste do Paraná e de Ponta Grossa (PR). Os valores mínimos definidos pelo governo e que prevalecem neste segundo semestre são de R$ 17,46/saca de 60 kg para os estados de Goiás, Paraná e Mato Grosso do Sul e de R$ 13,02/saca de 60 kg para Mato Grosso. Além disso, segundo cálculos realizados pela equipe de custos do Cepea, o atual valor da saca de milho não cobre os custos de produção. Assim, produtores estão negociando o restante da safra de soja e estocando o milho, à espera de maior remuneração. Colaboradores do Cepea indicam que é necessária a continuidade de intervenções federais – por meio de leilões de compra, de opções ou mesmo de Pepro – para escoar o produto e manter a renda do produtor. 

Tags:
Fonte: Cepea

0 comentário