Milho: Cotações chegam ao menor patamar em três anos

Publicado em 08/10/2013 10:22 e atualizado em 08/10/2013 13:00
1001 exibições

Os valores do milho têm apresentado quedas consideráveis. Na última semana, os preços registraram o menor patamar em três anos nos mercados interno e externo. Entre 30 de setembro e 7 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, referente à região de Campinas (SP), caiu 2,66%, fechando a R$ 23,68/saca de 60 kg na segunda-feira, 7. Se considerados os negócios também em Campinas, mas cujos prazos de pagamento são descontados pela taxa de desconto NPR, o preço médio à vista foi de R$ 23,26/sc de 60 kg na segunda, recuo de 2,57% em sete dias. Em setembro, as quedas foram de 4,2%. Segundo pesquisadores do Cepea, ainda é grande a oferta interna do cereal, e o produtor enfrenta fortes dificuldades em escoar a safra, tanto no mercado doméstico quanto no externo. Em meio a esse cenário, o governo brasileiro tem disponibilizado políticas de apoio ao setor, via leilões, mas produtores, especialmente os de Mato Grosso, já começam a analisar a possibilidade de produzir etanol de milho, assim como é feito nos Estados Unidos. 

Tags:
Fonte: Cepea

1 comentário

  • LUIZ CARLOS SOBRINHO Aparecida de Goiânia - GO

    - Acredito que os produtores com a criação das usinas de etanol a partir do milho encontraram uma saída honrosa, porque desta forma, o mercado do milho com certeza num futuro próximo será mais remunerador.

    - Ficar dependendo de leilão do governo, pepro, pep, leilão de compra e etc. é perda de tempo.

    - A coisa num anda, os leilões só chegam atrasado, depois tem a burocracia, e ficar a mercê dos compradores, num prazo muito curto para venda do produto.

    - Acho até, que o Governo por meio do ministério da agricultura, conab, e etc. e outros ministério envolvido.

    - Se não atrapalhasse, já estava de bom tamanho.

    - Porque se tivesse competência, teríamos uma infra estrutura ideal, trem de ferro , Armazém , portos para escoar e o excedente poderia fazer um estoque regulador para o caso de uma emergência. lcs

    0