Milho: À espera do USDA, mercado opera com ligeiras quedas em Chicago

Publicado em 09/05/2014 09:06 e atualizado em 09/05/2014 15:10 596 exibições

Os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) operam com ligeiras quedas nesta sexta-feira (9). Por volta das 8h57 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam perdas entre 1 e 1,50 pontos.

Na sessão desta sexta-feira, os investidores aguardam as informações do novo boletim de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), que será divulgado ainda hoje. O órgão irá apresentar as primeiras projeções para a safra 2014/15 dos EUA. 

A expectativa do mercado é que o órgão aponte um corte na projeção da safra norte-americana de milho para 345 milhões de toneladas, contra 354 milhões de toneladas colhidas na temporada anterior. Os estoques finais de passagem da safra global 2013/14 também deverão ser revisados para baixo, em 157,8 milhões de toneladas. A projeção anterior era de 158 milhões de toneladas. Para a safra 2014/15, os estoques deverão ser reportados em 160,1 milhões de toneladas de milho. 

Para a safra brasileira, a estimativa é de 72,2 milhões de toneladas, projeção abaixo da realizada pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), de 75,2 milhões de toneladas. Já a safra da Argentina deve ser indicada em 23,9 milhões de toneladas na safra 2013/14, número inferior da última estimativa do departamento, de 24 milhões de toneladas.

Além disso, durante essa semana, agências internacionais apontaram uma queda na produção da Ucrânia, em mais de 5,9 milhões de toneladas, ficando em 25 milhões de toneladas. As exportações do cereal ucraniano também devem recuar em torno de 3 milhões de toneladas, totalizando 17,4 milhões de toneladas.

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário