Milho: Valores ficam abaixo do mínimo federal em parte de MT

Publicado em 01/07/2014 10:23 410 exibições

As cotações de milho seguem recuando em praticamente todas as regiões brasileiras acompanhadas pelo Cepea. Em algumas regiões de Mato Grosso, os preços chegaram a patamares menores que o mínimo determinado pelo governo. Com isso, na semana passada, pela primeira vez no ano, foi sinalizada a possibilidade de intervenção governamental para escoamento do cereal do estado. De acordo com pesquisadores do Cepea, as condições favoráveis ao desenvolvimento das lavouras devem resultar em alta produtividade agrícola, o que é bom aos produtores, mas eleva a disponibilidade interna. Assim, representantes do setor produtivo estão pressionando o governo para que tome medidas que visem a manutenção da renda do produtor mato-grossense, como o encaminhamento do milho para regiões deficitárias e/ou para exportação. Entre 23 e 30 de junho, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, referente à região de Campinas (SP), teve redução de 2,9%, fechando a R$ 25,16/saca de 60 kg na segunda-feira. Se considerados os negócios também em Campinas, mas cujos prazos de pagamento são descontados pela taxa de desconto NPR, o preço médio à vista foi de R$ 24,66/sc de 60 kg na segunda, retração de 2,8%. Em junho, as quedas foram de mais de 9%.

Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário